Os Bombeiros Voluntários estão sujeitos a avaliação de desempenho?

Os bombeiros do quadro activo são sujeitos a avaliação periódica do seu desempenho, com relevo para a progressão na carreira.

O ciclo de avaliação do desempenho dos oficiais bombeiros e dos bombeiros voluntários é anual e o respectivo processo tem lugar nos meses de Janeiro a Março.

A Avaliação reporta-se ao desempenho do ano civil anterior.

A avaliação deve privilegiar o mérito e o cumprimento dos objectivos previamente fixados, distinguindo os elementos mais competentes.

A Avaliação do desempenho incide sobre as seguintes componentes:

  • Resultados – Obtidos na prossecução de objectivos individuais em articulação com as actividades do corpo de bombeiros;
  • Competências – que visam avaliarem os conhecimentos, capacidades técnicas e comportamentais adequadas ao exercício das diferentes funções de bombeiro.

A avaliação do desempenho tem, os seguintes efeitos:

  • Identificação das capacidades pessoais e profissionais do avaliado que devam ser desenvolvidas;
  • Identificação das necessidades de formação;
  • Atribuição de prémios de desempenho.

São intervenientes no processo de avaliação do desempenho:

  • O avaliador;
  • O avaliado;
  • O Comandante do corpo de bombeiros.

O processo de avaliação dos bombeiros compreende as seguintes fases:

  • Reunião entre avaliador e avaliado para definição dos objectivos, respectivos indicadores e fixação das competências;
  • Reunião entre avaliador e avaliado para avaliação de desempenho;
  • Homologação;
  • Reclamação.
Fonte: Autoridade Nacional de Proteção Civil